Águas Claras Engenharia
Product ID: 65
Product SKU: 65
New In stock />
Estação de Tratamento de Efluentes Industriais por Batelada - 2 Tanques de 20m³

Estação de Tratamento de Efluentes Industriais por Batelada - 2 Tanques de 20m³

Marca: Águas Claras EngenhariaDisponibilidade: Disponível em 20 dias úteis Data de Lançamento: 14/06/2019


Por:
R$ 57.985,29

R$ 56.831,38 à vista com desconto
ou 10x de R$ 5.798,53 Sem juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

Estação de Tratamento de Efluentes por Batelada é um tipo de estação muito utilizada para o tratamento de efluentes com baixa vazão e com alta concentrações de DBO e DQO. Essas estações possuem um processo mais demorado que a ETE contínua, por este motivo ela é muito utilizada em segmentos e situações especificas onde precisamos de um equipamento com tecnologia e com melhor custo benefício. Além de sua maior robustez e durabilidade, a estação de tratamento de efluentes por batelada é capaz de tratar de um volume muito maior em comparado com a ETE contínuo.

Como Funciona?

Os efluentes líquidos descartados dos processos industriais são dirigidos por gravidade para um sistema de retenção dos sólidos grosseiros (sugerimos a implantação de um sistema eficiente), e em seguida fluem para a elevatória, logo após o efluente é bombeado para a estação de tratamento por batelada.  A estação de tratamento tem dois tanques para o processo em batelada, podendo ser intercalados e podendo funcionar em conjunto para um volume maior de tratamento, o tempo de processo de batelada na maioria das vezes é semanal e de acordo com a geração de efluentes. No momento em que a estação estiver em seu nível máximo será adicionada o sistema de aeração para que haja o processo de oxidação biológica conforme indicado no projeto e o manual de operação, esse tempo de aeração e o volume de lodo gerado é de acordo com o tipo de efluente quando houver uma DBO alta e ou quando houver uma DBO baixa. Quanto não precisar de aeração vamos usar o sistema de aeração para fazer a homogeneização da  solução alcalinizante para ajuste do pH. Após o ajuste do PH que deve permanecer com um valor entre 9 e 11, o líquido estabilizado, será adicionada uma solução floculante, reduzindo o pH para um valor entre 6,5 e 7,5 onde se inicia o processo de coagulação/floculação onde o tanque chama-se câmara de mistura rápida. Sistema de Homogeneização com difusor de ar bolha fina e com compressor radial. Após esses processos o lodo gerado deve ser descarto do fundo do decantador e o liquido clarificado de ser coletado por um sistema de coleta superficial com uma boia. A estação de tratamento por  batelada   possui, além das unidades citadas, um painel elétrico com chaves para acionar todas as motobombas e agitadores. O material sedimentado, resultante da decantação, é encaminhado para o leito de secagem, onde sofre o processo de desidratação, sendo que após a desidratação deverá ser retirado manualmente e encaminhado para um aterro apropriado, devidamente licenciado pelo órgão ambiental vigente.

Itens inclusos:

Memorial Descritivo e de Cálculos;
Desenho Técnico do Equipamento;
ART; 
Manual de Operação;
Acompanhamento Técnico online Durante a Instalação.

Memorial Descritivo e de Cálculos;
Desenho Técnico do Equipamento;
ART;
Manual de Operação;
Acompanhamento Técnico online Durante a Instalação.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Volume (m³): 20 m³

Confira os produtos