Águas Claras Engenharia
Model: Prensa desaguadora de disco de 1 m³/h
Product ID: 717
Product SKU: 717
New In stock />
Prensa desaguadora de disco com vazão de 1 m³/h

Prensa desaguadora de disco com vazão de 1 m³/h

Marca: Águas Claras EngenhariaModelo:Prensa desaguadora de disco de 1 m³/hDisponibilidade: Disponível em 30 dias úteis Data de Lançamento: 20/04/2023


Por:
R$ 72.065,30

R$ 70.631,20 à vista com desconto
ou 10x de R$ 7.206,53 Sem juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

A Prensa Desaguadora de Disco de 1,0 m³/h tem como objetivo retirar água de lodo gerado em processos industriais ou em sistemas de tratamento de efluentes, a fim de reduzir o volume do lodo, para seu posterior descarte.

 

     1. DESCRITIVO DO PROCESSO DE TRATAMENTO UTILIZADO

A Prensa Desaguadora de Disco é um equipamento utilizado para reduzir o volume de lodo produzido em processos de larga escala, através da remoção da água presente no efluente.

O primeiro compartimento do equipamento é a unidade de preparo de polímero, nesse local haverá a dosagem de polímero em água tratada. A entrada de água nesse compartimento ocorrerá quando o nível do compartimento estiver baixo e enquanto a água estiver entrando no equipamento, o polímero será dosado pela parte superior, na proporção pré-estabelecida. Esse processo será automatizado, assim como a agitação dessa solução que ocorrerá continuamente.

O segundo compartimento da prensa tem como função dosar a solução polimérica no lodo. Esse compartimento receberá o lodo, por bombeamento, pois o lodo deverá entrar com uma vazão contínua no equipamento, e uma dosagem da solução polimérica formada no compartimento anterior. Nesse local haverá uma agitação mecanizada para favorecer a mistura do polímero com o lodo, o que irá propiciar a formação de coágulos maiores. Após a mistura, o lodo estará pronto para ser prensado.

O lodo coagulado entrará na prensa, um helicoide central deverá forçar a passagem do lodo por entre discos móveis e fixos. O movimento que o lodo sofre, aliado a pressão exercida por entre os discos favorece o desague, e a parte líquida do lodo é eliminada pelas laterais do conjunto de discos.

O líquido resultante deverá voltar para o processo, para continuar seu tratamento, até que atinja seu destino final. O lodo deverá ser enviado para um destino ambientalmente adequado. A redução do volume do lodo facilita transporte e reduz seu o custo.

 

      2. CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS UTILIZADOS

      2.1.  Carcaça em PRFV

A Águas Claras Engenharia produz a carcaças dos seus equipamentos em PRFV através do processo de Spray-up com revestimento de gel coat internamente e gel parafinado externamente.  A fabricação destes equipamentos consiste na aplicação de uma camada de gel interno, garantindo a estanqueidade do equipamento. Em seguida, utiliza-se uma camada de resina de poliéster associada à fibra de vidro (“roving”) para dar estrutura ao produto. Por fim, a aplicação de uma última camada de gel parafinado com produto inibidor de raios ultravioleta UV, que também dará o acabamento e a cor ao revestimento.  Estes equipamentos devem ser apoiados sobre bases planas horizontais e concreto que sustente sem deformações o peso do equipamento em uso.

 

     Estrutura dos tanques em PRFV

Gel Coat: Camada de gel tipo Ortoftálico: Tem a finalidade de formar a superfície impermeabilizante interna do tanque e, ainda, servir como base de estruturação para a fibra de vidro.

Resina + Fibra de Vidro “roving”: Resina tipo Ortoftálica mais fibra de vidro. Tem como objetivo formar a estrutura do tanque, dando resistência necessária ao rompimento e deformações quando submetida às pressões da água ou do efluente.

Gel Parafinado: Possui inibidor contra raios ultravioletas, evitando assim a proliferação de algas no interior do tanque. Também responsável pela pintura de acabamento do tanque.

 

2.2.  Peças em Inox AISI 304

O Aço Inox AISI 304 é composto de ferro, cromo e níquel, garantindo as peças alta resistência a oxidação e corrosão. Essas características garantem que o equipamento opere com diferentes tipos de efluentes, sem que danifique o equipamento pelas características do efluente.

 

      3. OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

A Prensa Desaguadora de Discos 1,0 m³/h possui fácil manutenção, não sendo necessário um operador que trabalhe nela em tempo integral. Verificações visuais e auditivas deverão ser realizadas periodicamente para assegurar que o equipamento funcione sem nenhum problema.

A retirada do efluente líquido ocorre de modo contínuo, sendo o mesmo encaminhado para continuar seu tratamento automaticamente. Entretanto o lodo desidratado deverá possuir um compartimento para seu depósito, para então ser retirado e encaminhado para um destino ambientalmente adequado, como um aterro sanitário. A frequência de remoção do lodo dependerá da vazão de efluente tratado.

 

      4. CUSTO OPERACIONAL

O custo operacional padrão será a soma dos custos dos seguintes elementos:

  • Mão de obra: será necessário um operador para realizar verificações de rotina do equipamento e retirar o lodo desidratado acumulado (em torno de 2 hora por dia).
  • Retirada do lodo por caminhão limpa fossa.
  • Produtos químicos: dosagem de polímero 20 – 100 L/h.
  • Energia: o equipamento requer a potência de aproximadamente 1,5 kW.

 

      5. CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO

  • A prensa desaguadora deverá ser instalada em local coberto e sobre uma base nivelada preferencialmente elevada para facilitar a retirada do lodo gerado por gravidade. É necessário consultar um engenheiro para cálculos estruturais.
  • Ponto elétrico com fase e tensão compatíveis com o modelo que será adquirido.
  • Ponto de envio do efluente líquido para o equipamento, preferencialmente por gravidade.
  • Ponto de saída hidráulica do efluente líquido da prensa até o próximo destino.
  • O equipamento saíra montado da sede da Águas Claras Engenharia, sendo necessário realizar a ligação entre o painel e ponto elétrico da empresa, além das conexões hidráulicas. A instalação em loco será de responsabilidade do cliente.

 

      6. ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Acompanhamento técnico online durante a instalação: o fabricante irá disponibilizar, de modo online, profissionais da área de química (químicos), hidráulica e elétrica (técnicos) para eventuais suportes técnicos e instruções de operação, sem custos de horas técnicas dos profissionais.

Obs.: Poderá ser solicitado o auxílio presencial para instalação e treinamento, mas para isso será cobrada a diária técnica do Profissional. As despesas de deslocamentos, estadia e alimentação serão por conta do Cliente.

Durabilidade do Sistema: o equipamento pode ser mantido em operação contínua permanente desde que feitas suas devidas manutenções.  Nossos Profissionais darão a total orientações para o perfeito controle e manutenções necessárias.

 

      7. GARANTIA

A  ÁGUAS CLARAS ENGENHARIA concede garantia pelo fornecimento nas seguintes condições:

•     O produto terá garantia de até 1 (um) ano após o recebimento, para mais esclarecimentos entrar em contato com a Águas Claras Engenharia;

 É assegurada a garantia desde que todas as peças de reposição e diversos sejam adquiridas com a ÁGUAS CLARAS ENGENHARIA.  A nossa Empresa, após avaliação técnica, consertará ou fornecerá todas as peças e/ou componentes que, dentro do período de garantia, apresentarem comprovadamente defeitos de projeto ou de fabricação. A constatação de tais defeitos deverá ser imediatamente nos comunicada. As peças e os componentes substituídos serão de nossa propriedade. 

 

Prensa desaguadora de discos
Cabeçotes: 1 unidade
Material: Inox AISI 304 e PRFV
Tensão: 220/380V
Acionamento: Inversor de frequência
Função: Responsável pelo desague do lodo de estação de tratamento através da passagem do mesmo por entre discos.
Unidade Preparadora de Polímero
Material: Inox AISI 304 e PRFV
Agitador: Hélice
Dosador de polímero: Rosca helicoidal
Tensão: 220/380 V
Acionamento: Dosador de polímero - Relé temporizador
Misturador Partida direta
Função: Promover a diluição controlada do polímero em água.
Floculador Mecânico
Material: Inox AISI 304 e PRFV
Agitador: Misturador de pás
Tensão: 220 / 380 V
Acionamento: Inversor de frequência
Função: Promover a misturado do lodo com o polímero, a fim de promover a formação de flocos de lodo.
Bomba Dosadora de Polímero
Modelo: Bomba volumétrica (deslocamento positivo)
Quantidade: 1 unidade
Fluido bombeado: Polímero
Tensão: 220/380 V
Acionamento: Inversor de frequência
Função: Dosar o polímero diluído de modo controlado e contínuo.
Painel elétrico
Dimensão: 1000 mm x 600 mm x 200 mm
Material: Chapa de aço carbono
Quantidade: 1 unidade
Tensão trifásica: 220 ou 380 V
Tensão de comando: 24 VCA
Frequência: 60 Hz
Grau de proteção: IP-54
Função: Promover o controle da prensa desaguadora de discos.
Suporte Técnico:
- Para dúvidas decorrentes da instalação, operação e manutenção do equipamento é realizado por meio remoto através de ligações e/ou WhatsApp.
- Para a assistência técnica do equipamento é realizado por meio remoto através de ligações e/ou WhatsApp.
Não está incluso no valor a instalação do equipamento. Entre em contato conosco via WhatsApp caso tenha interesse.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Vazão: 1 m³/h

Confira os produtos